A cúrcuma é chamada de açafrão da terra, mas não podemos confundir com o verdadeiro açafrão, o crocus sativus. Considerando a cúrcuma (forma de raiz e/ou pó), atente-se para o valor desse alimento, pois o verdadeiro açafrão é muito difícil de ser encontrado e tem um preço bem elevado devido ao seu método de cultivo e rendimento, trata-se de uma iguaria culinária.

Usamos então em nossas prescrições a cúrcuma, mais acessível e com importantes benefícios tais como: atividade anti-inflamatória, antioxidante, diminui a oxidação de LDL colesterol e ainda pode auxiliar na diminuição de dores articulares como na artrite reumatóide e doenças inflamatórias em geral.

Para aumentar a biodisponibilidade e aproveitamento da cúrcuma em nosso organismo podemos associá-la à pimenta preta ou extrato de piper nigrum, também para aumentar a biodisponibilidade podemos adiciona-la ao final das preparações.

O Brasil tem uma diversidade enorme de alimentos sendo excelentes fontes de nutrientes, o que não leva necessidade alguma de correr aos industrializados.

As quantidades e grupos alimentares são adaptados a cada paciente.

Isso é saber fazer boas escolhas e poder levar uma boa alimentação em qualquer lugar!